Telefone (44) 3040-2888 - Whatsapp (44) 99921-0314

 
Search
  • Hobby Sport

Gestação e atividade física

Durante o período gestacional a mulher passa por diversas mudanças em seu corpo, a futura mamãe sofre com alterações emocionais e variações hormonais, que irão preparar o corpo para o desenvolvimento do feto. E sim, diferente do que muitas pessoas pensam, a atividade física pode ser uma super aliada nesse momento tão especial.

Atividade física durante a gravidez sempre gerou grande dúvidas, nesse caso é sempre importante manter a cautela e respeitar as recomendações médicas, não existe uma regra, e irá variar de pessoa para pessoa. Estudos sugerem que mulheres praticante de atividades físicas orientadas durante a gestação, contribui para um aumento no peso do recém-nascido, e que o exercício desempenha uma função protetora ao feto.

Os exercícios físicos podem ser feitos desde o primeiro trimestre até o fim da gestação, desde que sejam orientados por um Profissional de Educação física capacitado e com uma liberação médica após exames necessários. É rotineiro médicos pedirem o afastamento da gestante de atividades físicas nos três primeiros meses, e isso se deve ao fato de que a pressão arterial média diminui no primeiro trimestre até o sexto mês, assim como a hemoglobina, célula responsável por transportar o oxigênio, que também sofre queda e faz com que a sensação de cansaço e mal-estar sejam constantes no início da gestação, por isso, se faz importante o acompanhamento de profissionais capacitados para indicar o melhor caminho a seguir.

Estudos recomendam que durante os exercícios seja utilizado uma intensidade leve/moderada, e que mulheres grávidas devem se envolver em no mínimo 150 minutos por semana em atividade física, mesmo que não sejam ativas fisicamente antes da gestação. Caminhada, exercícios aquáticos, musculação e bicicleta, são atividades indicadas, tendo como destaque a natação, devido ao baixo impacto aos joelhos e por ser uma atividade relaxante, auxiliando na redução de edemas, efeito comum durante a gestação.

Por outro lado, algumas atividades são contra indicadas nessa situação, como exercícios com movimentos repetitivos ou de saltos, que podem levar a lesão articular; flexão e extensões em grande amplitude, pois os tecidos conjuntivos já apresentam certa frouxidão; Exercícios exaustivos e que exijam equilíbrio, principalmente no terceiro trimestre; basquetebol ou qualquer outro esporte com bola que possa causar trauma abdominal; e qualquer atividade competitiva, como arte marciais.

Alguns sintomas durante a atividade indicam que o exercício deve ser cessado imediatamente, como: Dor no peito, sangramento vaginal, enxaqueca, dispneia, edema, dor nas costas, náuseas, dor abdominal, contrações uterinas, fraquezas musculares e tonturas, e por fim redução dos movimentos do feto. Dessa forma, é muito importante ficar de olho nos sintomas e não dar bobeira.

A atividade física proporciona diversos benefícios a gestante, como:

· Redução e prevenção de dores na lombar, devido ao fortalecimento de musculaturas estabilizadoras, pois conforme a barriga cresce, aumenta a sobrecarga nessas musculaturas responsáveis pela postura.

· Melhora na flexibilidade e mobilidade de articulações.

· Fortalecimento da musculatura e articulações

· Condição de manter a rotina das atividades diárias Redução do risco de pré-eclâmpsia (hipertensão gestacional)

· Redução do risco de diabetes gestacional

· Menor incidência de veias varicosas ou trombose em veias profundas

· Menor risco ao parto prematuro

· Melhora do humor e sensação de bem-estar

· Diminuição da fadiga, estresse, ansiedade e depressão

· Melhor recuperação após o parto e recuperação do peso anterior à gravidez

· Maior probabilidade de continuar a prática de exercícios após o nascimento do bebê.

4 views